22 maio 2010

A.v.e.s.t.r.u.z.

Coisas que quase me fazem pirar o cabeção com o mundo (como este rapaz acima):

1 - Agressão gratuita ; "é este o amor que você me tem ou tem por fulano" . Quem autoriza qualquer pessoa a mensurar tal sentimento? A própria falta de amor, né?

2 - Xenofobia, bairrismo, inflexibilidade, corporativismo ; "é difícil, né?", "nem todo mundo pensa assim!", "eu não tenho que aceitar/permitir/abençoar". Não pedi nenhum desses "blá, blá, blá". Ninguém deveria pedir. Respeito eu exijo; no estilo Madame Satã.

3 - Dissimulação ; Recuso-me a comentar.

4 - Covardia moral / depressão / melancolia ; mais ainda quem não acredita que estas coisas existem.
5 - Quando me dou ao luxo de estar perto de pessoas que não me fazem bem ; "pela sua profissão você deveria entender tudo melhor! (??)" - Admito (!) meu sangue é azul. 

Tem tanta coisa que começa a ficar chato elencar tudo. 

Esta imagem , que pode ser um rito, ou um costume, de uma tribo/comunidade/agrupamento de pessoas (qualquer coisa importantíssima), traz-me uma angústia, um desespero (nada de claustrofóbico), uma vontade de não olhar, ou pior, de me desligar da Humanidade por algum tempo.


Axé

Nenhum comentário: