16 janeiro 2012

trintaeseisdias

Entrei no dia de Ògún,  
do meu pai - dono da minha cabeça.
(precisando da força do seu àse.)
Guerreiro Valente, conhecido como vencedor de demandas.

Cortador de cabeças (e de males)...
Dono dos caminhos e zeloso com seus filhos
Dono do Alákòró
- já começo a ouvir um bem-te-vi.

Fiquei guardado por Olódùmaré
E sob as bençãos do Pai de Todos
- trago no corpo um Opasoro.

Exercitei calma, paciência, misericórdia
humildade e tantas outras coisas
(para o bem e se contrário)...

Mas saí no dia de Òsóòsi, 
Com um Òbe e um Ofà.

Um é regente amado
Outro é caçador adorado. 

Salve o Sagrado e os Òrìsàs

Ainda ouço os bens-te-vi
Sem mais do mesmo!

Àse!