13 abril 2011

e.u. s.o.r.r.i.

Eu te vi
confesso que senti
o alívio que pediste
e pude sorri.

Eu te vi
bem-te-vi
te senti
e ainda sorri,

Eu te vi
no pedido educado
de amor enlutado
mesmo assim, sorri.

Ei, eu te vi
no meio de outros guris
numa atenção desfocada e secreta
não vou deixar... eu sorri.

Eu te vi
em cada flash
no furto do olhar
e, numa surpresa, sorri.

Eu te vi
Exorcisei meu fantasma
te vi como homem
então em vi e sorri.

Nenhum comentário: