08 abril 2011

EU NÃO ESQUEÇO!

Eu NÃO esqueço de mensaleiros, do RIO de dinheiro que escorre por entre meias, cuecas, enxadas e foice de sem-terra corruptos, lobistas de grandes empresas, ONG's sem qualquer representatividade ou ações para o povo.

Eu NÃO esqueço que meu Estado é campeão em assassinatos de gays e travestis.

Eu NÃO esqueço que o dinheiro para sanar muitas das dificuldades da nação vai para em maletas estranhas e contas bancárias além-mares. Eu NÃO esqueço dos inúmeros fantasmas na folha de pagamento, do sucateamento das instituições públicas, da velha tática romana do pão e circo para calar a boca dos menos avisados (copa, olimpiadas, campeonatos, carnaval, vale isso, vale aquilo e vamos levando). 

Eu NÃO esqueço que muitos de nós já se acomodaram/'acostumaram' com essas práticas.

Eu NÃO esqueço das crianças que se prostituem, do futuro-do-país afogado em crack, de "representantes do povo" com dezenas de centenas de cartões do Bolsa Família, das obras faraônicas que consomem, feito cupim, nosso dinheiro. 

Eu NÃO esqueço que fui vítima e autor de bullying, que tive professores ótimos e outros péssimos (todos mal remunerados), que tive, por duas vezes, armas de fogo apontadas contra mim por conta de dois celulares meia-boca, na minha querida Salvador. 

Eu NÃO esqueço que perdi a minha crença no exercício da política. Eu NÃO esqueço que minha fé na humanidade, vez por outra, claudica. 

Eu NÃO esqueço que tenho um filho e que o mundo está se tornando cada vez mais perigoso. NÃO SOMOS UM PAÍS PACÍFICO - idéia vendida aos cidadãos do mundo desavisados. SOMOS UMA BOMBA prestes a explodir em insatisfação, intolerância, desrespeito, (a)moralidade, idéias reacionárias, medo, corrupção, desvios de caráter - país da piada pronta e de humor negro. 

Este infeliz de Realengo (prefiro chamá-lo assim) é uma das  ponta dessa imensa rede de falta de valores, direitos e deveres sólidos e consistentes capazes de sustentar uma realidade diversa, plural, acolhedora e honesta.

Nenhum comentário: