06 dezembro 2010

d.é.c.o.r. l.a.n.t.e.r.n.e.s.

Os versos são impecáveis
como os dois
na mesma noite
perdidos e maculados

Se as letras estão frias...
como décor lanternes
revela intervalo tão curto
quanto expressivas reticências

Se o papel já não é depositário de lágrimas
que seja oceano
onde as naus
com
suas
velas
cintilantes
risquem os desejos
formando garatujas
até a primeira estrela do norte aparecer

Nenhum comentário: