03 outubro 2010

Fez-se o silêncio no caminho

e a Arte quis explodir em mim 

guardei o mais secreto num escaninho 

e de resto, gritei pro Sol... 

Vociferei contra a dor 

... Alimentei minh'alma da falta de ruído.

Nenhum comentário: