19 dezembro 2014

Saúde!

Quando falta saúde 
Quando a alma padece 
Sobra falta de amor
Dispara o termômetro da ansiedade 
E da dor...
Falta Estado,
Falta posto,
Falta médico, técnico, psicólogo
Sobre escárnio, desculpas e angústias 
Quando falta saúde 
Quando o corpo está alquebrado
E o comprimidos são mais comuns que os alimentos 
O amor se fragiliza 
E é testado no seu estado bruto.
Quando falta saúde 
Nesse mundo-cão de correria
De rapidez de produção 
(Afinal ainda são tempos modernos)
Sobra desconfiança 
E desrespeito às letras da lei. 
Quando falta saúde 
Desfaz-se a condição humana
Sobra um corpo violentado e sem vitalidade,

16.12.14 

Um comentário:

Milena disse...

Forte, certeiro e direto na nossa condição pós-moderna!