19 dezembro 2011

quatro ventos

Já saudei os quatro ventos e
Pedi força à Senhora dos ventos
Que me livrasse dos maus quebrantos
e até mesmo dos que vagam sem destino.

Fui até as minhas flores
Pedaços de mim que vêm de longe
D'uma desejada terra de gigantes brancos

(...)

Vida, fé e paixão
voltei-me aos pássaros 
Já não domino os contornos
Nem quero ficar sozinho


Preciso de muito mais que gigantes ao meu redor
Vou brincar n'água e sentir a brisa

Nenhum comentário: