28 agosto 2009

Casual

lembranças do não
do café do rádio do televisor
da porta sempre fechada
do primeiro amor no chão

lembranças do não-dito
do corpo nú no espelho
da flor deitada no travisseiro
dos bilhetes e da chave do banheiro

lembranças
- já foi esquecido?
do que permanece ignorado
do amor ameaçador
que persiste em ficar...

encontro casual
casualmente esquecido. 

Nenhum comentário: