06 agosto 2009

Pandora

quero te ver, meu amor
sentir o calor dos teus sussurros
a força dos teus braços
enquanto me envolvem na insanidade do amor

seus olhos ainda estão no meu espelho
refletindo toda a sua alma e dor
que ficam impregnados em mim
quando começo a pensar em você

provoque-me com teu jeito manso
enlouqueça-me com a tua audácia
- chamando meu nome quando passo por ti...
...revirando os olhos, fitando o próprio corpo

quero te ver, meu amor
tocar outra vez a caixa de Pandora
santuário pleno de tua beleza e
claustro balsâmico do meu coração - já cansado.

Nenhum comentário: