14 abril 2009

j.á. f.i.z.!.

Cantarei
dançarei rezarei a cor de névoa
de sonhos e de uma causa
como a de uma camisa rosa e calças cor de pele

honrarei teu nome no desafio
prudente do teu corpo suor beijo e saliva

Escreverei poemas mudos
silentes e confidentes de minh'alma
de minha calça branca e camisa sem cor
- eles que olham para mim enquanto lhe desejo

fotografarei sua linda tristeza
no instante da saudade da quase-morte.

Serei teu!

Nenhum comentário: