10 março 2016

Homem-ao-mar

Vista p'ro mar 
Vestir-se do mar 
Despir Iemoja
De tudo sarar 
Por obsequioso mirar
Faça-me cantar
Para que a fé 
No meio da kalunga escura
Volte a me encontrar. 

Nenhum comentário: