08 novembro 2011

p.r.o.m.e.t.i.d.o.

Esperar o prometido
É o mesmo que esperar pelo choro do uísque 
Que fazer dança para chover
Ou comprar uma calça menor
E não dar chilique.

Esperar o prometidos
Muitas vezes é enxergar-se culpada
Fazer-me ver egoísta
- Um fora de moral
Dominado pela malícia

Esperar o prometido
É amar um fantasma
Um devaneio, uma fantasia
Ó delineadora dos contornos
Dá-me a chance de dizer: quem diria?


Nenhum comentário: